O futebol e suas barbaridades

Bah, ando meio desiludido com o futebol. Há tempos tenho esse sentimento e isso já aconteceu em relação a Fórmula 1. Antigamente levantava cedo só para ver o Ayrton Senna correr. Era o meu ídolo. Não só pela superação e pelas vitórias, mas pelo seu caráter e lisura em todas as corridas. Abria mão de artifícios duvidosos, como o Dick Vigarista (vulgo Schumacher) e ganhava as corridas pelos seus próprios méritos. Mas enfim, são outras circunstâncias.

Voltando ao futebol, é tanta barbaridade acontecendo que nem sei por onde começar. Até acho que sei, começa com as torcidas, principalmente com as que se dizem “organizadas” (organizadas para promoverem a desordem, diga-se de passagem).  O meu Grêmio foi duramente punido por conta de meia dúzia de pessoas que fizeram aquilo que ocorre em quase todos os estádios: xingamentos diversos, com cunho racistas, homofóbicos e por aí vai. A guria que está sendo o centro as atenções e bode expiatório deu o azar de ter sido filmada. Lógico que ela está errada e tem que responder por isso. Mas e o Grêmio, merece ser duramente punido por isso? Durante o julgamento tinha auditor dormindo e outro acompanhando o Facebook enquanto a defesa do Grêmio se manifestava. E isso sem contar que um dos auditores foi tão ou mais racista que a tal guria que chamou o goleiro do Santos de macaco. E é aí que quero chegar: o julgamento e a pena foram uma farsa, já estava decidido antes mesmo de começar. Pura politicagem. E assim tem sido nos últimos anos. Vai ver que sempre foi assim e só agora que as sujeiras começaram a aparecer. E esse foi apenas um dos muitos podres que mancham o futebol. É compra de juízes, jogos mal anulados, tribunais e suas manipulações…

Mas apesar disso tudo, ainda estou mais triste com os torcedores. Tenho a impressão que as pessoas estão mais ignorantes e intolerantes. Torcidas de times opostos não convivem mais tão pacificamente. Cresci assistindo GreNais com as duas torcidas divididas meio-a-meio e era tudo festa. Ao final da partida todo mundo ia embora e aceitavam as flautas numa boa. Hoje tu mal pode brincar que a pessoa já vem te xingando ou citando fatos distorcidos e generalizados. Decidi que não vou mais tocar flauta. Perdeu a graça. Se é para as pessoas ficarem nervosas, ofendidas e sair falando bobagem, o melhor a fazer é ficar quieto no meu canto. Pior que são pessoas normais, que no dia-a-dia tocam sua vida numa boa, mas que se transformam quando o assunto é futebol. Algumas foram devidamente bloqueadas e excluídas de minha rede social, tamanha foram as ofensas ao postar no meu perfil uma brincadeira inocente. Ah pára, vão se tratar.

Por essas e outras recolher-me-ei à minha insignificância e vou passar a evitar tais comentários. É triste, mas é a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s